FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Baralho Literário
2
Até a próxima, adeus
Vai sem cerimônia
Fecha, então, olhos seus
Abertos nas noites de insônia.

Preâmbulo de Alighieri
Não estavam em seus planos
Não há mais oitava série
Nem catorze anos.Clicando aqui, você assiste ao filme
2
K
Nesta manhã, por exemplo, eu não sei por quê, assim que acordei, havia uma borboleta azul no meu quarto. Eu poderia, caso quisesse, apressar-me em encontrar uma resposta para tal excentricidade. Qualquer bobagem facilmente tragável que fizessem os meus olhos pararem de arder e lacrimejar por serem alvejados e ofuscados por tão frágil e inocente beleza, tão pura e tão terna.Clicando aqui, você ouve a crônica para rádio
K
8
Como é meu hábito, não dei soco na parede, não amaldiçoei o universo e nem chorei de raiva. Apenas ri! Gargalhei demais! Desfrutei o paladar da euforia saborosamente como um idiota!
Não existe jeito mais delicioso de rir do que se esgoelando como um retardado! É muito bom ser ridículo! É bastante prazeroso ser capaz tirar um sarro de si próprio! Isto é virtuoso!Clicando aqui, você assiste ao vídeo
8
Clique sobre o baralho!